Verso Livre.

   Palavras se tornam desafios
   E nossas mãos não mais suportam o peso das penas
   Escrever sobre nossos desvios
   Não mais inspiram outros Mecenas;

   Nossos versos não são mais lidos
   E as estrofes se perdem no horizonte
   Nossos textos são esquecidos
   Lançados no fogo aos montes;

   As rimas estão mortas
   E os conceitos ignorados
   Os ideais mal-amados
   E os trechos estão tortos;

   Escrever só não me é doloroso
   Porque também me é essencial
   Me livra de todo mal
   Me torna não tão calamitoso;

   É sempre um Labirinto
   Escrever sobre tuas vidas
   Lembrar-me das despedidas
   E então simplesmente escrever por instinto;

   Porque se escreves
   Sabes do que falo
   Sabes que nos tornamos vassalos
   De nossos versos amadores.

5 Comentários:

Monique

Adorei o texto. Muito bem feito. Lindo *_*

Roberta Peçanha

Perfeito! gostei muito! parabéns

Beatriz Goulart

Texto perfeito .. Bem feito, real. Gostei muito mesmo. :*

Daniella

Não sei por que, mas lembrei da música do Lobão "me chama":nem sempre se vê/lágrima no escuro, lágrima no escuro, lágrima...

Eu acho que o artista vive no escuro ;p
E você demonstrou mto bem através dos seus versos.

Você, Tadeu, me surpreende mto. Você com a sua idade, tão novinho, com toda essa potencialidade. Tenho que aprender com você!

Thiago Ganon

Na boa, eu espero que você se supere, mas pra mim, esse texto foi sua "Capela Sistina" *-*

Parabéns, brother!

Postar um comentário

Return top