Atos Ingratos. Por Joker.

   -Por Joker-
 
   Tanto barulho, tanta perturbação, tanta obstrução.
   O caos nas ruas não me deixa ouvir.
   O caos na alma já não me deixa sentir.
   A calmaria, minha utopia, me foge ao coração.

   Jogado na mente, um terceto ou quarteto expresso.
   Hibrido pensamento, que em mim se torna forte
   Borrando no papel, no soneto eu me expresso.
   Pensamento indesejado, te dou a vida e dou a morte!

   Nem tudo que se sente, se pode explicitar
   Em um precipitado momento de ódio
   A pessoa que se ama, você pode magoar

   Uma súbita vontade de descontar, de se revoltar
   Encontrar um novo vício, um novo ópio!
   E neste perigoso desacerto, acreditar se encontrar.




   -Por Joker-

2 Comentários:

Thiago Ganon

Foda!!! Simples, mas achei bem expressivo

­Nanda

A cada post e ufico mais surpresa com você :O

Postar um comentário

Return top