Como Morrem os Poetas

Da vida se criam letras
Das letras, palavras
E das palavras todo um coração

Dos corações, saem as veias
Levando o escarro vermelho
Que tanto me alimenta a paixão

Mas de tanto ver, de tanto sonhar
Já me perdi várias vezes
E, aparentemente, jamais me encontrei

Porque se te prostras a escrever
Deves sempre saber o que dizer
E eu não sabia, só relatava o que sonhei

E se isso ocorre, se esvai minha inspiração
Se prende minha respiração
E nada mais posso poetizar

E, sem nada poder fazer
Vejo meu papéis, meu mundo se desfazer
E perco a capacidade de rimar

2 Comentários:

Thiago Ganon

Gostaria de saber escrever em poemas tbm! Vc faz parecer tão fácil q dá até vontade de tentar :D

Postar um comentário

Return top