Do Nada

   Senti vontade de escrever algo que não existe. Estou escrevendo agora, mas não tenho um assunto ou um texto ja pronto em minha mente. Estou simplesmente deixando os meus dedos dançarem sobre o teclado do meu notebook. Por esse breve momento eles são independentes. É como um show de dança mesmo: deixo eles soltos e vejo o que pode sair, se é uma obra de arte ou mais um rascunho que vai ser excluído.

   Tenho medo de acontecer isso e ficar um texto massante, sem muito o que dizer. Sem um motivo. Coisas sem motivo me irritam. Mas talvez pior que um texto massante seria um texto pequeno demais. Textos pequenos nunca me anima, não sei porque. Acho que meus textos pequenos precisam ter muita bagagem de informação pra existirem, senão ficam sem razões de ser.

   Ou talvez eu tenha algo muito pesado nas minhas costas pra desabafar, mas ainda não tenho coragem de falar. Então eu enrolo, eu deixo isso tudo mais prolixo, só pra poder aliviar minha consciência e falar que falei bastante, mesmo não tendo dito nada.

   A verdade é que eu gosto de escrever. Eu preciso escrever. Não tem como resistir, muitas das vezes. Por várias vezes eu vim escrever um pouco e apaguei o que tinha escrito. Não queria postar, apenas escrever já era o suficiente pra mim. Já está se tornando algo inconsciente.

   O único problema de escrever assim sem muito assunto é que eu fico sem frase de efeito para o final.

3 Comentários:

Jéssica Bonfim

Muito divertido, adorei o texto caara! Mesmo nao tendo assunto, ficou legal e tal, as vezes faço mto isso, vai o que vem na mente sl HOASHDASOHD beeeeeijos [/bonfim

Thiago Ganon

Catch frase!!! Texto altamente inconclusivo mas gostei :D

­Nanda

ok. UHAEUA, realmente sem motivos, mas é interessante ainda assim, as vezes dá vontade de escrever e num se sabe porque, é até bom falar sobre .. nada (?) õo HUIASHEIUHASE. Mas ficou legal mesmo :DDD

Beijos'

Postar um comentário

Return top